Sexo no pós parto: tire suas dúvidas

Confira: Sexo no pós parto – quando, onde e como deve ser feito…

A maternidade é um momento muito importante na vida do casal.

A chegada de um bebê muda tudo, mas não pode mudar a intimidade do casal. E, algumas dúvidas chegam em torno da relação, como quando poderá ter relações sexuais: se vai doer, se o prazer será igual ou se muda em alguma coisa.

E é sobre esse assunto que iremos tirar algumas dúvidas frequentes dos casais.

Sexo no pós parto: entenda

Após o nascimento do bebê, é necessário esperar por 40 dias para se ter relações sexuais.

Esse período é conhecido como resguardo, e é muito respeitado pelas pessoas antigas, com hábitos como não lavar o cabelo, manter roupas quentes e não tomar friagem.

Hoje em dia, não há necessidade de seguir a risca esses conselhos, pois lavar o cabelo é necessário para manter a higiene da mulher, por exemplo.

Não é recomendado ter relações sexuais neste período por conta do risco de infecção, pois o colo do útero ainda está aberto, e se houver ejaculação, pode acontecer uma infecção, pois o útero ainda está se recuperando. Também é importante respeitar este período em casos de cesárea, pois pode haver rompimento dos pontos, e em caso de episiotomia também.

Caso o casal deseje, pode acontecer sexo oral, mas sexo anal não é recomendado, pois a região anal é rica em bactérias, que podem causar infecções vaginais.

O desejo no pós parto também é afetado.

Isso acontece porque enquanto a mulher está amamentando, ela produz o hormônio prolactina, que mantém a produção de leite.

Este hormônio diminui a libido e a lubrificação vaginal, diminuindo assim o desejo sexual.

A libido começa a voltar após os 4 meses pós parto, onde o bebê começa a ser mais independente da mãe, e assim a mãe começa a pensar mais em si e em seu parceiro com o desejo.

O desejo também diminui por conta da amamentação, pois enquanto a mulher amamenta, ela não ovula, e isso contribui para a baixa libido. Dores podem ocorrer nas primeiras relações, pela falta de lubrificação, mas com o tempo a lubrificação vai voltando e as dores diminuem.

Como melhorar o sexo após a chegada do bebê

Para melhorar as primeiras relações pós parto, é indicado que a mulher faça uso de lubrificantes para melhorar a fricção e não causar dor.

Lembrando que não há restrição de posições, ou seja, a mulher deverá escolher a que se sinta melhor.

Escolha um momento onde poderá deixar o bebê sob os cuidados de alguém, para que não haja interrupções e o momento seja prazeroso.

Caso sejam incomodados pelo bebê, cuide dele e depois retome a relação, e se não rolar mais, não tem problema, está tudo bem. Há possibilidade de extravasamento de leite durante a relação, e o problema deve ser encarado com naturalidade.

Muitas pessoas têm ainda o tabu de que o parto normal deixa a mulher mais “frouxa”, e isso é uma mentira, pois o músculo vaginal foi feito para o parto normal, e retoma seu tamanho normal após o parto.

Caso a mulher se sinta incomodada, há exercícios e tratamentos indicados pelo ginecologista que ajudam no fortalecimento da musculatura vaginal.

E cuidado para não engravidar novamente, pois mesmo amamentando e não tendo produção de óvulos, pode acontecer um escape e engravidar após o parto. Por isso, converse com seu ginecologista sobre as opções de pílulas e métodos contraceptivos que mais lhe convém.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.