Como nascem os pais: entenda o início da paternidade

A descoberta de uma gravidez é algo muito emocionante, e às vezes inusitado para a maioria dos pais.

Programada ou não, a espera de um bebe muda totalmente a vida de duas pessoas. Com outros planejamentos, a gravidez pode ser um susto, deixando os pais na dúvida se isso está mesmo acontecendo, gerando uma ansiedade nos primeiros dias e até meses de gestação, geralmente cessando após o nascimento, quando escutam o choro do bebê pela primeira vez.

Os pais nascem desde que descobrem a gravidez. Isso pode ser bem no início com 3 semanas de gestação quando acontece o primeiro atraso menstrual, ou mais tardio com 4 meses por exemplo. O tempo não importa muito.

Os pais nascem a partir do instante em que descobrem a sensação de prazer em saber que está crescendo uma nova vida entre eles. Nascem quando começam as preocupações sobre como esse novo bebezinho está se desenvolvendo, se está tudo bem com a gestação.

Durante toda a gestação, os pais nascem nos detalhes

Conheça espaços para dividir experiências de paternidade em SP

Há toda uma preparação para e a chegada desse bebê, desde os detalhes do quarto, o berço, o carrinho de passeio, o enxoval, as roupinhas, até os cuidados médicos como acompanhamento com o médico Obstetra, ouvir o coração do bebê a cada consulta e sentir aquele frio na barriga de ansiedade de conhecê-lo, cuidados com o parto e também toda a programação financeira que demanda a chegada de um novo ser.

O instinto materno e paterno já se iniciou desde o anúncio da gravidez. É um sentimento inexplicável através de palavras. Os novos papais já começam a conversar com o bebe desde a barriga e a estarem presentes desde antes de nascer, fazendo planos e curtindo cada minuto daquele momento.

A maioria dos pais, tanto de primeira viagem como os que já tiveram o primeiro filho, costumam seguir o instinto de cuidar de seus filhos da mesma forma como foram cuidados por seus pais. Geralmente, querem cuidar da mesma forma como foram cuidados, comprar os mesmos brinquedos e itens que tiveram na infância ou que talvez não puderam ter, mas darão a seus filhos.

Os pais costumam fazer de tudo por seu bebê, sempre relembrando tudo o que seus pais fizeram por ele. E não é só em presentes e materiais, mas em cuidado, escola, carinho, conversa. Muitos pais não tiveram um diálogo aberto quando criança, e quando descobrem que terão um filho, prezam esses detalhes como primordiais, para que não sintam como se não tivessem oferecido ao filho o máximo de si.

Os pais nascem quando descobrem que devem ser amigo, companheiro, intercessor, e de certa forma um “tudo” para esse bebê que está a caminho.

Ser pai e mãe não é somente gerar uma criança e colocá-la no mundo para viver. Ser pai e mãe é ter a responsabilidade do ensinamento de valores, de educação para a vida. Ser pais é ser impulsionadores de vontades, é estar todos os dias incentivando uma pessoa a crescer, a ser alguém melhor nesse mundo, a ter sonhos, a ter e ser amor.

Os pais nascem quando escutam o choro do bebê e sentem o amor dos amores inimagináveis possíveis. Sentem o toque, o cheiro, se olham e percebem que com aquele bebezinho finalmente estão completos.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.