Colostro: a primeira vacina do bebe

O colostro é o primeiro leite a ser excretado pela mãe, desde o final da gestação ou nascimento do bebê.

É um alimento extremamente nutritivo, sendo composto por vitaminas como a vitamina A, minerais e água, importante para manter o bebê saciado e hidratado.

Possui coloração amarelada de aspecto transparente, pouco viscoso.

O colostro é a secreção líquida que ficou concentrada nos alvéolos mamários desde o último trimestre de gravidez até o parto, podendo ser excretado até antes do bebê nascer. Favorece a flora intestinal do bebê, auxiliando na eliminação do colostro, que é aquela evacuação pegajosa de cor escura, semelhante a uma cola.

Muitas mães acham que o colostro é um leite ralo, sem importância, e que não suprirá as necessidades do bebê, mas se enganam. O colostro supre todas as necessidades do bebê, tanto nutricional como a fome, e será o suficiente para o bebê até que o leite propriamente dito comece a ser produzido por volta de 10 dias após o parto (fase que chamamos de apojadura).

Mulheres que já passaram por outras gestações possuem uma produção de colostro com maior facilidade, e cada mulher produz uma quantidade de colostro diferente.

Lembrando que, quanto mais o bebe sugar o seio, maior será o estímulo, aumentando a quantidade de líquido produzido para atender a demanda do bebê. Nenhum colostro é igual, pois ele sendo rico em vitaminas, possui as quantidades nutricionais específicas para cada bebê de acordo com a idade gestacional que ele nasceu.

Listamos alguns dos inúmeros benefícios do colostro para o recém-nascido:

– A primeira vacina do bebê é o colostro, por conter vitaminas e minerais capazes de proteger o bebê contra doenças e iniciar a produção de anticorpos.

– Ele é o primeiro alimento do bebê, sendo com ele que o bebê irá aprender a sugar o seio materno. Possui um aspecto pouco viscoso, que ajuda o bebê no processo de aprendizagem da deglutição.

– Possui um efeito laxativo, anti-gases, que protege o trato intestinal do bebê, além de auxiliar na eliminação do mecônio e no bom funcionamento do sistema digestivo do bebê, que está começando a trabalhar por si.

– O colostro evita muitas doenças, entre elas o risco da icterícia, que é o aumento da bilirrubina no sangue, e é caracterizada pela coloração amarelada da pele. (doença que deixa a pele amarelada, e que os antigos diziam ser melhorada com chá de picão e telha virgem).

– Estudos revelam que o colostro reduz o risco de morte súbita, que acomete bebês com mais facilidade entre 2 e 4 meses de vida.

O colostro é o melhor alimento que a mãe pode oferecer ao seu bebê. Não existe colostro fraco, não existe leite fraco, e sua quantidade sempre irá variar de acordo com a sucção do seu bebê. A natureza é tão perfeita, que prepara tudo o que seu bebê precisa desde o nascimento.

Comece o aleitamento materno desde os primeiros minutos de vida do bebê, e tenha o prazer de ter feito com isso o melhor para o seu bebê.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.